Enem Física Química

Resolução – ENEM 2015 – Ciências da Natureza (continuação 5)

Questões Anteriores

Questão 82

Em um experimento, um professor levou para a sala de aula um saco de arroz, um pedaço de madeira triangular e uma barra de ferro cilíndrica e homogênea. Ele propôs que fizessem a medição da massa da barra utilizando esses objetos. Para isso, os alunos fizeram marcações na barra, dividindo-a em oito partes iguais, e em seguida apoiaram-na sobre a base triangular, com o saco de arroz pendurado em uma de suas extremidades, até atingir a situação de equilíbrio.

Nessa situação, qual foi a massa da barra obtida pelos alunos?
A) 3,00 kg
B) 3,75 kg
C) 5,00 kg
D) 6,00 kg
E) 15,00 kg

Solução:

 

Questão 84

O aproveitamento de resíduos florestais vem se tornando cada dia mais atrativo, pois eles são uma fonte renovável de energia. A figura representa a queima de um bio-óleo extraído do resíduo de madeira, sendo $$\Delta H_{1}$$ a variação de entalpia devido à queima de 1 g desse bio-óleo, resultando em gás carbônico e água líquida, e $$\Delta H_{2}$$ a variação de entalpia envolvida na conversão de 1 g de água no estado gasoso para o estado líquido.

A variação de entalpia, em kJ, para a queima de 5 g desse bio-óleo resultando em $$CO_{2}$$ (gasoso) e $$H_{2} O$$ (gasoso) é:
A) -106.
B) -94,0.
C) -82,0.
D) -21,2.
E) 16,4.

Solução:

Para descobrir a entalpia para 5 g, precisamos primeiro descobrir para 1 g. Basta calcular $$\Delta H_{1} – \Delta H_{2}$$, pois a reação para na água gasosa, não precisando gastar 2,4 kJ para tornar a água líquida. \[\Delta H_{1} – \Delta H_{2} = -18,8 – (-2,4) = -16,4\, kJ/g\] Para 5 g temos: -16,4×5 = -82 kJ.

Resposta: letra C.

Questão 86

Ao ouvir uma flauta e um piano emitindo a mesma nota musical, consegue-se diferenciar esses instrumentos um do outro.
Essa diferenciação se deve principalmente ao(à)
A) intensidade sonora do som de cada instrumento musical.
B) potência sonora do som emitido pelos diferentes instrumentos musicais.
C) diferente velocidade de propagação do som emitido por cada instrumento musical.
D) timbre do som, que faz com que os formatos das ondas de cada instrumento sejam diferentes.
E) altura do som, que possui diferentes frequências para diferentes instrumentos musicais.

Solução:

A intensidade sonora refere-se a quanto o som é forte ou fraco, podendo ser da mesma intensidade nos dois instrumentos, portanto descartamos a letra A.

A potência sonora também diz respeito à intensidade (que é potência por área), sendo assim, pode ser igual para os dois instrumentos. Descartamos a letra B.

A velocidade de propagação do som no ar é sempre a mesma, não variando com o instrumento, portanto a C está descartada também.

A altura do som, ou sua frequência, depende exclusivamente da nota que é tocada. Portanto se os instrumentos tocam a mesma nota, eles emitem a mesma frequência. Logo a letra E está descartada.

Resta-nos a letra D. O timbre é o formato da onda que o instrumento emite, portanto varia de um para outro, permitindo-nos identificá-los, mesmo que toque a mesma nota.

Resposta: letra D.

Questão 88

Para obter a posição de um telefone celular, a polícia baseia-se em informações do tempo de resposta do aparelho em relação às torres de celular da região de onde se originou a ligação. Em uma região, um aparelho está na área de cobertura de cinco torres, conforme o esquema.

Considerando que as torres e o celular são puntiformes e que estão sobre um mesmo plano, qual o número mínimo de torres necessárias para se localizar a posição do telefone celular que originou a ligação?
A) Uma.
B) Duas.
C) Três.
D) Quatro.
E) Cinco.

Solução:

Imaginemos que podemos formar retas ligando as torres. Com dois pontos, ou seja, duas torres, podemos traçar uma reta. Porém, essa reta não nos indica o ponto exato em que está o celular. É preciso mais uma torre para que a reta desta encontre com a reta das outras duas, formando um ponto, onde se encontra o celular. Abaixo encontra-se uma figura mostrando esse raciocínio.

Resposta: letra C.

Questão 90

A química verde permite o desenvolvimento tecnológico com danos reduzidos ao meio ambiente, e encontrar rotas limpas tem sido um grande desafio. Considere duas rotas diferentes utilizadas para a obtenção de ácido adípico, um insumo muito importante para a indústria têxtil e de plastificantes.

Que fator contribui positivamente para que a segunda rota de síntese seja verde em comparação à primeira?
A) Etapa única na síntese.
B) Obtenção do produto puro.
C) Ausência de reagentes oxidantes.
D) Ausência de elementos metálicos no processo.
E) Gasto de energia nulo na separação do produto.

Solução:

Vamos analisar as alternativas. Não pode ser E, pois há gasto de energia em ambas as reações (aquecimento). Não pode ser D, pois há presença de elementos metálicos em ambos os processos. Não pode ser C, pois há reagentes oxidantes nos dois processos (na rota verde, a água oxigenada é reagente e não catalisador). Não pode ser B, pois em nenhum dos processos é obtido o produto puro. Na rota marrom temos produção do $$CO_{2}$$ e $$NO_{2}$$ e na rota verde temos a produção de água. Nos resta então a letra A. O enunciado falhou em não dizer que o fato da rota verde ter etapa única torna o processo mais rápido, portanto mais vantajoso. Isso nem sempre é verdade para reações químicas. O número de etapas e o tempo de reação não são linearmente proporcionais. Como, nesse caso, ter uma etapa implica em reação mais rápida que três etapas, podemos dizer que isso é uma vantagem da rota verde.

Resposta: letra A.

Sobre o autor

Guimarães

Comentários

plenussapientia