Resolução – UNESP 2013 (1ª Fase – Meio do Ano) – Física (continuação)

Questões Anteriores

Questão

Por que o deserto do Atacama é tão seco?
A região situada no norte do Chile, onde se localiza o deserto do Atacama, é seca por natureza. Ela sofre a influência do Anticiclone Subtropical do Pacífico Sul (ASPS) e da cordilheira dos Andes. O ASPS, região de alta pressão na atmosfera, atua como uma “tampa”, que inibe os mecanismos de levantamento do ar necessários para a formação de nuvens e/ou chuva. Nessa área, há umidade perto da costa, mas não há mecanismo de levantamento. Por isso não chove. A falta de nuvens na região torna mais intensa a incidência de ondas eletromagnéticas vindas do Sol, aquecendo a superfície e elevando a temperatura máxima. De noite, a Terra perde calor mais rapidamente, devido à falta de nuvens e à pouca umidade da atmosfera, o que torna mais baixas as temperaturas mínimas. Essa grande amplitude térmica é uma característica dos desertos.
(Ciência Hoje, novembro de 2012. Adaptado.)
Baseando-se na leitura do texto e dos seus conhecimentos de processos de condução de calor, é correto afirmar que o ASPS__________ e a escassez de nuvens na região do Atacama__________. As lacunas são, correta e respectivamente, preenchidas por
(A) dificulta a convecção – favorece a irradiação de calor
(B) dificulta a convecção – dificulta a irradiação de calor
(C) favorece a convecção – dificulta a irradiação de calor
(D) favorece a convecção – favorece a irradiação de calor
(E) permite a propagação de calor por condução – intensifica o efeito estufa
Solução:
O texto diz que O ASPS funciona como uma tampa impedindo os mecanismos de levantamento do ar, ou seja, a convecção. Com a escassez de nuvens, a irradiação é favorecida, propiciando grande variação de temperatura.
Resposta: letra A.

Questão

300x250-livros
A imagem, obtida em um laboratório didático, representa ondas circulares produzidas na superfície da água em uma cuba de on- das e, em destaque, três cristas dessas ondas. O centro gerador das ondas é o ponto P, perturbado periodicamente por uma haste vibratória.
Unesp2013
Considerando as informações da figura e sabendo que a velocidade de propagação dessas ondas na superfície da água é 13,5 cm/s, é correto afirmar que o número de vezes que a haste toca a superfície da água, a cada segundo, é igual a
(A) 1,5.
(B) 9,0.
(C) 13,5.
(D) 4,5.
(E) 3,0.
Solução:
A figura mostra cristas, logo a medida está contando dois comprimentos de onda. Logo, $$\lambda = 1,5\, cm$$. Agora podemos calcular a frequência \[v = \lambda\cdot f \longrightarrow 13,5 = 1,5\cdot f \longrightarrow f = 9\, Hz\] Resposta: letra B.

Questão

Uma carga elétrica q > 0 de massa m penetra em uma região entre duas grandes placas planas, paralelas e horizontais, eletrizadas com cargas de sinais opostos. Nessa região, a carga percorre a trajetória representada na figura, sujeita apenas ao campo elétrico uniforme $$\vec{E}$$, representado por suas linhas de campo, e ao campo gravitacional terrestre $$\vec{g}$$.
Unesp2013
É correto afirmar que, enquanto se move na região indicada entre as placas, a carga fica sujeita a uma força resultante de módulo
(A) $$q\cdot E + m\cdot g$$.
(B) $$m\cdot q\cdot (E – g)$$.
(C) $$q\cdot (E – g)$$.
(D) $$q\cdot E – m\cdot g$$.
(E) $$m\cdot (E – g)$$.
Solução:
A carga está sujeita à força Peso (P) e à força Elétrica ($$F_{E}$$). A força Elétrica aponta para cima enquanto a força Peso aponta para baixo. Considerando o sentido positivo para cima, temos \[F_{R} = F_{E} – P \longrightarrow F_{R} = q\cdot E – m\cdot g\] Resposta: letra D.

Questão

300x250-games
A bússola interior
A comunidade científica, hoje, admite que certos animais detectam e respondem a campos magnéticos. No caso das trutas arco-íris, por exemplo, as células sensoriais que cobrem a abertura nasal desses peixes apresentam feixes de magnetita que, por sua vez, respondem a mudanças na direção do campo magnético da Terra em relação à cabeça do peixe, abrindo canais nas membranas celulares e permitindo, assim, a passagem de íons; esses íons, a seu turno, induzem os neurônios a enviarem mensagens ao cérebro para qual lado o peixe deve nadar. As figuras demonstram esse processo nas trutas arco-íris:
Unesp2013
Na situação da figura 2, para que os feixes de magnetita voltem a se orientar como representado na figura 1, seria necessário sub- meter as trutas arco-íris a um outro campo magnético, simultâneo ao da Terra, melhor representado pelo vetor
Unesp2013
Unesp2013
Unesp2013
Unesp2013
Unesp2013
Solução:
Para que o feixe de magnetita volte ao estado da figura 2, é necessário um vetor de campo magnético que, somado ao vetor existente, resulte no vetor da figura 1. Esse vetor deve ter a parte vertical para cima e a parte horizontal para a esquerda, afim de anular a parte da direita do vetor existente.
Resposta: letra E.

 

Comentários

Loading...