Física Química Uerj

Resolução – UERJ 2018 – 2° EQ – Ciências da Natureza (continuação 3)

Questões Anteriores

Questão 42

Para explicar o princípio das trocas de calor, um professor realiza uma experiência, misturando em um recipiente térmico 300 g de água a 80°C com 200 g de água a 10°C. Desprezadas as perdas de calor para o recipiente e para o meio externo, a temperatura de equilíbrio térmico da mistura, em °C, é igual a:
(A) 52
(B) 45
(C) 35
(D) 28

Solução:

Aqui somente precisamos da equação do calor. Sabemos que não há perdas de energia, então \[Q_{1} + Q_{2} = 0 \longrightarrow m_{1}\cdot c\cdot \Delta T_{1} + m_{2}\cdot c\cdot \Delta T_{2} = 0 \longrightarrow 300\cdot (T_{f} – 80) + 200\cdot (T_{f} – 10) = 0 \longrightarrow 300T_{f} – 24000 + 200T_{f} – 2000 = 0 \longrightarrow\] \[500T_{f} = 26000 \longrightarrow T_{f} = 52^{\circ} C\] Resposta: letra A.

Questão 44

A capacidade poluidora de um hidrocarboneto usado como combustível é determinada pela razão entre a energia liberada e a quantidade de $$CO_{2}$$ formada em sua combustão completa. Quanto maior a razão, menor a capacidade poluidora. A tabela abaixo apresenta a entalpia-padrão de combustão de quatro hidrocarbonetos.

A partir da tabela, o hidrocarboneto com a menor capacidade poluidora é:
(A) octano
(B) hexano
(C) benzeno
(D) pentano

Solução:

Segundo o enunciado, temos que a maior razão indica a menor capacidade poluidora, portanto precisamos encontrar o valor de cada razão. Segundo a definição do enunciado, temos que considerar a combustão completa dos hidrocarbonetos. Então basta sabermos quantos carbonos tem cada hidrocarboneto e saberemos quantas moléculas de $$CO_{2}$$ são produzidas.

Octano —– 8 carbonos —– $$\frac{5440}{8} = 680$$

Hexano —– 6 carbonos —– $$\frac{4140}{6} = 690$$

Benzeno —– 6 carbonos (anel aromático) —– $$\frac{3270}{6} = 545$$

Pentano —– 5 carbonos —– $$\frac{3510}{5} = 702$$

Portanto temos que a maior razão e, consequentemente, a menor capacidade poluidora é a do pentano.

Resposta: letra D.

Próximas Questões

Sobre o autor

Guimarães

Comentários

plenussapientia