Lei dos GasesPUC - Campinas
0

PUC – Campinas 2024 – Questão 32

Atenção: Para responder às questões de números 32 a 34, considere o texto a seguir.

Ao soprarmos um balão até enchê-lo, a pressão do ar dentro dele é a combinação das pressões parciais de todos os gases contidos no ar expirado, durante a respiração. Na tabela a seguir, encontra-se uma composição básica do ar inspirado (ar atmosférico) e expirado durante o processo de respiração.




Sabe-se que, depois de cheio, o ar no interior do balão tinha volume igual a $$2,5\times 10^{-3}\, m^{3}$$, pressão de $$1,0\times 10^{5}\, Pa$$ e temperatura de 27°C. Sendo a equação de estado dos gases ideias dada por $$P\cdot V = n\cdot R\cdot T$$, com R = 8,3 J/mol·K, desprezando a quantidade de ar inicialmente dentro do balão e considerando o ar um gás ideal, o número de mols de ar soprado dentro do balão foi, aproximadamente:

(A) $$2,5\times 10^{-3}$$
(B) $$5,0\times 10^{-3}$$
(C) $$1,0\times 10^{-2}$$
(D) $$2,5\times 10^{-2}$$
(E) $$1,0\times 10^{-1}$$



Solução:

Aqui precisamos transformar a temperatura para Kelvin antes de inserir na equação, por conta da unidade da constante universal dos gases (R).

$$T_{K} = 273 + T_{C} \longrightarrow T_{K} = 273 + 27 \longrightarrow T_{K} = 300$$

Agora é só substituir os valores na equação dada:

$$1\times10^{5}\cdot 2,5\times 10^{-3} = n\cdot 8,3\cdot 300 \longrightarrow n\approx 1,0\, 10^{-1}\, mols$$

Resposta: Letra E.

Tags: 2024

Você pode se interessar também por…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Veja também